Chevrolet divulga primeiras imagens de seu carro sem motorista, volante ou acelerador.

Quando falamos em carros autônomos, geralmente nos lembramos de conceitos recentes, onde o volante se retrai e entra no painel ou algo assim. Até aí, apesar de toda a tecnologia e automação empregada, a direção está ali, pronta para atender ao desejo “primitivo” do homem de assumir o controle de seu veículo.

Obviamente, a lembrança dos ovalizados carrinhos do Google ainda está fresca na memória, mas o alento é que o gigante da internet desistiu de fazer seu carro sem motorista. Agora, no entanto, a General Motors parece ter jogado um balde de água fria em quem ainda tem esperança de ver o bom e velho volante nos primeiros anos do carro autônomo, ainda que como forma de transição para a “nova ordem mundial” dos automóveis.

Até então, a GM estava divulgando seu Chevrolet Bolt com uma parafernália eletrônica embutida sobre o veículo que, quando em processo de montagem, mais parece um “Transformer” pronto para assumir sua forma autônoma de robô. De certa forma é sim um robô e, de acordo com seu criador Kyle Vogt da Cruise Automation, ele está pronto para andar entre os homens.

Nesta imagem, a GM mostra sua proposta para esse “admirável novo mundo” do carro autônomo, onde o motorista deixa de existir e todos passam a ser meros passageiros. O ambiente é inspirado naturalmente no Chevrolet Bolt e a ausência da direção pode ser um choque para muitos. O duplo cockpit em três tons revela um console central em preto brilhante com um display de boas-vindas.

Logo abaixo, um pequeno console com comandos básicos de mídia e navegação, bem como de climatização. O usuário – sim, porque será usado em compartilhamento apenas – terá ainda uma fonte de energia para recarregar seus dispositivos móveis. Há também dois porta-copos e bancos revestidos em couro, além de vidros e travas elétricas. Para quem prefere sentar no banco traseiro, outras duas telas iguais ficam nos apoios de cabeça dianteiros. Retrovisores, pedais e freio de estacionamento? Esqueça disso.

Junto com a imagem, a GM anunciou que protocolou uma petição de segurança junto ao Departamento de Transportes dos EUA para que seja autorizada a iniciar a operação de seu carro autônomo sem motorista, volante, pedais ou retrovisores a partir de 2019, um ano antes do momento previsto pela maioria dos fabricantes de veículos que atuarão nesse novo mercado.

gm-cruise-autonomo GM divulga primeira imagem de seu carro sem motorista

A empresa já teria cumprido as etapas de projeto, desenvolvimento, fabricação, teste e validação do carro-robô e agora só espera a liberação para que seja efetivada a entrada no mercado. A GM pretende produzir e distribuir carros autônomos para serviços de compartilhamento de veículos sem a necessidade de contratação de motoristas. Nesse ambiente, o usuário chama um carro pelo smartphone. O veículo vem e o leva até o destino, seguindo depois sozinho para buscar um novo passageiro.

Embora a grande maioria ainda estará utilizando seus veículos – mesmo que autônomos – de forma manual, uma grande parcela de pessoas que não possuem habilitação ou condições de dirigir, poderá usufruir dessa nova tecnologia. Além disso, segundo os fabricantes, o nível de segurança aumentará significativamente com a introdução do carro autônomo, que poderá detectar outros veículos, pedestres e situações de risco. E então, você está preparado para essa mudança radical na forma como nos locomovemos nos próximos anos?

Redator Autor